Se locomovendo em NY - metrô



Agora em relação ao metrô, eu peço muita calma nessa hora! Pegue o mapa e veja as zilhões de linhas, sentidos, trens, direções e etc. Eu tive que aprender errando. E agora acho que aprendi. Pelo que sei, todos erram na primeira vez naquele mundo subterrâneo.

Eu queria de qualquer forma conhecer a Grand Central Station, então fomos a pé até lá, eu minha mãe e irmã. O plano era chegar até o Museu de História Natural que estava na direção nordeste da estação, ou seja, iríamos precisar fazer umas trocas de linha. Depois de nos deliciarmos na estação que é linda de viver, fui direto ao guichê de informações pedir instruções, o mapa por si só não ajudou muito.

Compramos o Metro Card que dá direito a viagens para até 4 pessoas. Você pode comprá-los nas máquinas ou nos guichês, se sentir dificuldade. Depois abastecemos o mesmo para que as 3 fizessem a viagem apenas de ida. Algumas linhas paralelas são ligadas pelos trens chamados Shuttles (S), era nosso caso, precisávamos sair da Grand Central e irmos para Times Sq num desses trens. Até aí tudo certo, saímos da linha verde bandeira e chegamos na vermelha.

Da vermelha tínhamos que pegar a linha azul que nos levaria até o museu (tecnicamente 2 estações). No deslocamento de metrô é preciso se ligar basicamente em duas direções:

Uptown: direção norte
Downtow: direção Sul

Na mesma plataforma vão passar trens da mesma linha (cor) e a única diferença são essas duas palavrinhas mágicas que só entraram na minha lógica depois de ter ido na direção errada umas várias estações (me senti a corda, na brincadeira 'Cabo de Guerra'). Os trens não têm nomes, apenas letras e cores, e nem mostram para que estações estão seguindo. Esses são os maiores motivos de erros, principalmente para quem fez o college nos metrôs da Alemanha e Paris.

Bom, conseguimos descer na estação de conexão com a linha azul. Nessa mesma linha, exatamente, existiam os trens (A, E, C) todos indo nas direções up e downtown. Dois deles iam na direção do Museu (uptown), o C e o A. Fui para plataforma mas a dúvida reinava: qual dos dois pegar? Qualquer um? A ou C? Avistei um grupo de meninas papeando e sem hesitar perguntei se eram de NY, todas eram e uma me disse que para chegar ao Museu qualquer um dos dois serviam, inclusive sugeriu que eu pegasse o A que chegaria primeiro (também é possível ver o tempo de espera até o próximo trem). Eu agradeci e fiz justamente isso. Passa estação, passa estação e passa uma estação bem bonitinha com desenhos de animais nas paredes e uma inscrição gigante "Museum of Natural History" e o trem passou super-mega-blaster batido. Ptz! Pra onde estamos indo? Olhei mais uma vez para o mapa para tentar descobrir qual era a nova novidade daquele raio de metrô. Depois de 5 estações sem parar, e quase chegando no Bronx, eu vi no mapa que dentro daquela linha azul o trem A parava em algumas estações e o trem C, a mesma coisa. No caso peguei justamente o que não parava no Museu. Damm! Que menina mais tonta aquela que me ensinou, gente! Tá vendo, até quem é de lá troca as bolas.

Foi legal porque como fomos bem longe, pudemos ver ao vivo aquelas estações feias, nojentas e cheias de ratos nos trilhos envolvidos no esgoto. O dark old side da New York. Depois de mais de uma hora (provavelmente) no mundo underground nova-iorquino chegamos ao Museu, ufa! Mas valeu super a pena porque ele é tri-fantástico (ele o museu, claro). Poxa agora ficou tudo tão mais claro pra mim...rsrsrsrs.

Ô trem complicado...(literalmente).


Comentários

  1. Tadinha de vcs!!! Mas deve ter sido divertido!!!

    ResponderExcluir
  2. Cabeçona...foi demais, teve uma hora que só eu e a Adriene sacamos que estavamos perdidas, minha mae acha ate hoje que fizemos tudo certinho...


    huhauhahuauhauhauahhau

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia