quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Mykonos, na Grécia


Não sei você, mas eu tinha uma vontade/curiosidade/desejo de conhecer Mykonos que não era brincadeira. A Grécia no meu imaginário sempre foi a imagem de paraísos nos moldes de Mykonos e Santorini, com as casinhas brancas, um mar maravilhoso e uns penhascos. Quando chegamos lá, as emoções foram mil!

Assim que atracamos, logo na saída do navio, no porto havia um ponto de aquabus. Compramos bilhetes para turma toda (acho que custaram 2€ cada perna) e fomos até o o Porto Antigo de Mykonos, esse centrinho é chamado de Chora ("Rora"). De lá começamos a andança pelas ruas estreitas, restaurantes e lojinhas, passando por Little Venice (onde geralmente tiram aquelas fotos do pôr do sol na beira do mar sentados nos restaurantes) e em direção aos Moinhos típicos da ilha (os Katto Mili).

É muito legal ir andando pelas vielas que estão recheadas de lojinhas, restaurantes e igrejinhas. Depois dos moinhos, fomos em direção ao ponto de ônibus seguindo as orientações dos locais. A ideia foi pegar um ônibus para praia. 

Escolher a que praia ir é um desafio dos mais difíceis ever. Simplesmente você muda de opinião o tempo todo. Depois de pesquisar inúmeras vezes na internet e depois de pedir dicas aos próprios moradores, decidi que devíamos ir para Paradise Beach. 

Pegamos o ônibus para praia e foi bem tranquilo, além de interessante, pois foi uma espécie de mini city tour pela ilha. Chegamos e escolhemos ficar na Tropicana Mykonos, uma beach club super mega power estruturada. As bebidas eram gostosas, as comidas boas, músicas mara e a internet disponível.

Muita gente aluga, assim como em Santorini, motos e quadriciclos para se locomover pela ilha. É só preciso ter bastante cuidado pois as estradas são bem íngremes e ainda tem o movimento dos carros. 

Vale ressaltar que é muito importante dar uma pesquisada sobre as praias e o perfil de cada uma delas, porque algumas tem uma concentração maior de homossexuais, naturistas, jovens, velhos, famílias, crianças, etc. 

A Paradise Beach tinha o perfil mais família e era possível fazer passeios para snorkel com todo o equipamento incluso, além disso, deixo a dica de usar o sapatinho aquático pois o mar era de pedrinhas meio grandes, mas nada que comprometa a diversão. 

No mesmo ponto que descemos, pegamos um ônibus de volta para o Porto Antigo, demos mais uma voltinha pelas lojinhas, experimentei o iogurte grego (e preferi os nossos) e depois pegamos o aquabus de volta ao porto onde o nosso navio estava ancorado. 

Não preciso nem dizer a delícia que foi tomar café e jantar no navio com a beleza de Mykonos ao fundo...

Mykonos - Grécia           Viagem: 2017 (setembro)

Como escolher seu hotel em Las Vegas

Sempre ouvi dizer que a hospedagem em Las Vegas é um item muito fácil de resolver, porque são muitas opções e, portanto, acaba sendo ...