Postagens

Lindós, na Grécia

Imagem
Uma das maiores surpresas da ilha de Rodes, com certeza, é Lindós (Lindus), até agora eu custo acreditar que esse lugar existe. Cercada por uma baía, Lindos é uma cidade construída na montanha. É famosa pela praia belíssima, pelas casinhas branquinhas no estilo de Santorini, pelos típicos bordados de renda e pela Acrópole de Lindos que fica no ponto mais alto da montanha. 
Fizemos o trajeto deRodes até Lindos de ônibus (5€ cada perna). O trajeto também pode ser feito de barco. Percorrer o interior da ilha (quem nem nos deu essa apreensão de ilha) foi incrível (imagine as paisagens beira mar...). Passamos por uma cidade que me causou muito interesse, tipo um balneário com muitos resorts e, até o maior parque aquático da Grécia. O nome que não consegui decorar e o google me “lembrou” é Faliraki. Pelo que andei lendo, é um baita destino de férias em família. Já quero!
Ao chegar na "rodoviária" de Lindos, chequei o horário de volta dos ônibus para Rodes, demos uma passadinha n…

Rodes, na Grécia

Imagem
Rodes é uma cidade medieval, a maior ilha do Dodecaneso (um conjunto de ilhas gregas) no mar Egeu, próxima ao território turco. A chegada em Rodes já é bem surpreendente pois no porto está a cidade antiga toda murada (foto), bem como, um mar tão cristalino que convidava uma galera para tomar banho (e elas aceitaram o convite). As praias que recebem embarcações geralmente não são indicadas para banho, mas em Rodes a coisa é diferente. 
Logo na chegada, nossa meta era ir até Lindós, mas antes fomos andando ao longo do muro até chegar à primeira porta. A surpresa foi ver que dentro da cidade antiga, além de várias ruínas super conservadas, havia um comércio frenético de turistas e souvenirs. Prato cheio para um grupo de 10 mulheres, porém nossa meta era, como citei, a ida até a cidade de Lindós.
Antes disso fomos andando ao longo do porto (onde é possível comprar passagens para ir até Lindos de barco) passando pela igreja Leros Naos Eyaggelismoy ths Theotokoy, com lustres dignos de casa…

Taormina, na Itália

Imagem
Conhecida como a "Pérola do Jônico", Taormina é, talvez, o principal ponto de interesse de toda Sicília. É um vilarejo charmoso pendurado em um penhasco diante de um mar cristalino. Ou seja, estando ou não num cruzeiro, a parada é mais que obrigatória.
Logo na saída do porto em Messina, fechamos com o motorista de uma van (estava entre os vários motoristas de taxis e ubers oferecendo serviços) nossa ida até Taormina, com parada na praia e na cidade de Messina na volta.
O caminho de van até Taormina durou cerca de 40 min por uma estrada estonteante de bonita. Logo na chegada, descemos em frente à Porta de Messina, a entrada da cidade histórica na Corso Umberto (principal). 
A Corso Umberto é uma rua cheia de lojas e igrejinhas para todos os lados, basta seguir em frente observando as placas que direcionam até o Teatro Antigo (ou Teatro Grego) de Taormina (10€). Um teatro simplesmente no alto da montanha que fica de frente para o mar. Pensa na vista desse local?! Maravilhosa!…

Messina, na Itália

Imagem
Messina está na região da Sicília (a ponta da bota do mapa da Itália). Inclusive podemos dizer que faz a fronteira com a região da Calábria, do porto é possível avistá-la (essas montanhas em 3° plano na foto acima).
Messina foi nossa primeira parada do navio e tínhamos basicamente três opções de programa:  1. Ficar em Messina 2. Ir até Taormina 3. Fazer o combo Messina + Taormina
Como somos psicopatas, escolhemos a terceira, porque a vida é curta demais para preterir algum lugar.
Logo na saída do porto vários motoristas de taxis, vans e ubers ofereciam serviços. Contratamos uma van para irmos até Taormina (um dos principais pontos de interesse na região), depois para praia e por fim, voltarmos para Messina. 
Leia aqui o relato sobre Taormina.
Depois da primeira etapa em Taormina, voltamos a Messina direto para Catedral. Ao meio dia acontece o espetáculo do Relógio Astronômico da Catedral (12 min), talvez seja uma boa ideia sair do porto, caminhar até a Catedral (bem pertinho), pegar o…

Balada em Roma, na Itália

Imagem
A noite de Roma é bem animada e são muitas opções do que tem pra fazer. Isso faz com que a escolha do destino seja dificultada para nós turistas. 
Depois de fazer inúmeras pesquisas antes de viajar, uma opção me interessou muito: o Rome Colosseum Pubcrawl. Um pucrawl interessantíssimo no qual o ponto de encontro é na estação de metro do Coliseu. No site é possível entender a programação, valores e etc.
Nosso plano foi pegar um taxi até o bairro de Trastevere e lá descolar um local bacana para curtir. A ida já compensa pela vista linda do Rio Tibre anoite. 
Cabe ainda dizer que duas baladas propriamente ditas são bem cotadas: Art Café e o Chalet nel Bosco.

Trastevere 

Descemos na Ponte Sisto, atravessamos a ponte a pé e adentramos pelas ruinhas do Trastevere sem muitos planos. Me lembrou bastante o Bairro Alto de Lisboa, com muitos barzinhos, restaurantes e sorveterias por todo lado. Até tem umas baladinhas com música para dançar e que não cobram entrada, mas são muito pequenas e no ca…

Roma, na Itália - Parte 2

Imagem
Este post é um complemento do Post Roma - Parte 1, meu primeiro relato sobre a cidade ainda em 2014.
Há quem duvide da tradição da Fontana di Trevi, que diz que quem joga uma moeda nela, certamente retorna a Roma. 
No meu caso deu certo. Lá estava eu outra vez. Mas dessa vez com uma tarefa complicada: descobrir e redescobrir uma Roma com pessoas que estavam lá pela primeira vez e com pessoas que já a conheciam. Tarefa dificílima, diga-se de passagem. 
A primeira dica é com certeza de hospedagem. Éramos 10 pessoas e alugamos um apê pelo Airbnb na Rome Unique Grand Trevi Fontain numa localização privilegiada: na rua da Fontana di Trevi (Via Arcione). Inclusive essa é a principal dica, fique em qualquer local ali no arredores da cidade antiga (que possui metro apenas ao seu redor). Não bastasse estarmos do lado da Fontana, estávamos pertíssimo do Metro Barberini e das ruas de compras Via del Corso e Via del Tritone. Todos os nossos tranfers também foram feitos com a Rome Unique, super in…

Férias no navio Jewel of the seas da Royal Caribbean

Imagem
O Jewel of the seas foi a nossa "casa" durante os 9 dias de aventura grega. Considerado um navio "pequeno" (morri!), ele tem capacidade para cerca de 2.500 pessoas, entre tripulantes e hóspedes, e possui 13 decks (andares).

Saindo do Porto de Civitavecchia
Nosso navio saia do porto da cidade italiana de Civitavecchia, então foi necessário contratar um transfer de Roma para o porto. Dica: ele está a mais ou menos 40 minutos de distância de Roma, por isso, inclua no seu planejamento essa informação. Fizemos todos os nossos transfers com o pessoal que alugou nosso apartamento em Roma (pelo Airbnb) e super indico os dois serviços: Rome Unique.
Cabines Escolhemos cabines internas que, apesar de pequenas, eram muito confortáveis e aconchegantes. Dica: leve malas pequenas para não comprometer todo o espaço. Todos os dias num canal da TV, um brasileiro explicava a programação do dia e as questões de desembarque, etc. Cada cabine tem um responsável pela limpeza e conservação…