Postagens

Balada em Roma, na Itália

Imagem
A noite de Roma é bem animada e são muitas opções do que tem pra fazer. Isso faz com que a escolha do destino seja dificultada para nós turistas. 
Depois de fazer inúmeras pesquisas antes de viajar, uma opção me interessou muito: o Rome Colosseum Pubcrawl. Um pucrawl interessantíssimo no qual o ponto de encontro é na estação de metro do Coliseu. No site é possível entender a programação, valores e etc.
Nosso plano foi pegar um taxi até o bairro de Trastevere e lá descolar um local bacana para curtir. A ida já compensa pela vista linda do Rio Tibre anoite. 
Cabe ainda dizer que duas baladas propriamente ditas são bem cotadas: Art Café e o Chalet nel Bosco.

Trastevere 

Descemos na Ponte Sisto, atravessamos a ponte a pé e adentramos pelas ruinhas do Trastevere sem muitos planos. Me lembrou bastante o Bairro Alto de Lisboa, com muitos barzinhos, restaurantes e sorveterias por todo lado. Até tem umas baladinhas com música para dançar e que não cobram entrada, mas são muito pequenas e no ca…

Roma, na Itália - Parte 2

Imagem
Este post é um complemento do Post Roma - Parte 1, meu primeiro relato sobre a cidade ainda em 2014.
Há quem duvide da tradição da Fontana di Trevi, que diz que quem joga uma moeda nela, certamente retorna a Roma. 
No meu caso deu certo. Lá estava eu outra vez. Mas dessa vez com uma tarefa complicada: descobrir e redescobrir uma Roma com pessoas que estavam lá pela primeira vez e com pessoas que já a conheciam. Tarefa dificílima, diga-se de passagem. 
A primeira dica é com certeza de hospedagem. Éramos 10 pessoas e alugamos um apê pelo Airbnb na Rome Unique Grand Trevi Fontain numa localização privilegiada: na rua da Fontana di Trevi (Via Arcione). Inclusive essa é a principal dica, fique em qualquer local ali no arredores da cidade antiga (que possui metro apenas ao seu redor). Não bastasse estarmos do lado da Fontana, estávamos pertíssimo do Metro Barberini e das ruas de compras Via del Corso e Via del Tritone. Todos os nossos tranfers também foram feitos com a Rome Unique, super in…

Férias no navio Jewel of the seas da Royal Caribbean

Imagem
O Jewel of the seas foi a nossa "casa" durante os 9 dias de aventura grega. Considerado um navio "pequeno" (morri!), ele tem capacidade para cerca de 2.500 pessoas, entre tripulantes e hóspedes, e possui 13 decks (andares).

Saindo do Porto de Civitavecchia
Nosso navio saia do porto da cidade italiana de Civitavecchia, então foi necessário contratar um transfer de Roma para o porto. Dica: ele está a mais ou menos 40 minutos de distância de Roma, por isso, inclua no seu planejamento essa informação. Fizemos todos os nossos transfers com o pessoal que alugou nosso apartamento em Roma (pelo Airbnb) e super indico os dois serviços: Rome Unique.
Cabines Escolhemos cabines internas que, apesar de pequenas, eram muito confortáveis e aconchegantes. Dica: leve malas pequenas para não comprometer todo o espaço. Todos os dias num canal da TV, um brasileiro explicava a programação do dia e as questões de desembarque, etc. Cada cabine tem um responsável pela limpeza e conservação…

Eurotrip 2017: Cruzeiro pelas ilhas gregas com a Royal Caribbean (Jewel of the seas)

Imagem
Decidiu fazer um cruzeiro? A próxima etapa é definir qual o destino. E para te ajudar nessa difícil tarefa, a dica é entrar no site das Cias Marítimas e pesquisar seus navios, itinerários e calendários.
As principais são: Royal Caribbean, Costa, MSC, Princess Cruises, Norwegian, Disney Cruise Line, Silversea, Pullmantur, Celebrity Cruises.

Eu já sabia que queria ir para Grécia em setembro (fim do verão europeu com temperaturas agradáveis), então o roteiro mais propício foi o da Royal Caribbean, mais especificamente no navio Jewel of The Seas. Dica de ouro: faça reservas com muita antecedência pois as cabines acabam rápido (além dos preços aumentarem). Fiz reservas para 3 cabines 9 meses antes da viagem para não correr nenhum risco (sim, eu sou louca).
Tentei fazer as reservas pelo site mas sempre ocorria um erro no trâmite do cartão de crédito. Então liguei na agência de turismo R11 Travel - representante oficial da Royal no país - e fiz as reservas por email. 
Um detalhe importante …

Férias: com cruzeiro ou sem cruzeiro?

Imagem
A história toda começa quando a vontade de conhecer a Grécia era grande mas os quesitos financeiros não estavam favorecendo (aqui lê-se “as passagens aéreas”). Se fosse pra fazer essa viagem no meu estilo tradicional (rodando e quicando pela Grécia) seguramente o valor final de todo investimento seria por volta dos R$ 12 ou R$ 13 mil contos de réis. Eu até pagaria esse valor, mas para ir mais longe. Enfim, depois de dezenas de pesquisas, tivemos a brilhante ideia de ver a rota dos cruzeiros e bingo! A Royal Caribbean tava lá invadindo as águas europeias.
Fechando o pacote do cruzeiro, as despesas de hospedagem, deslocamento e alimentação estavam garantidos dentro de um valor bem razoável. Essa foi a solução encontrada para não ter que cancelar as férias do ano ou ter que empenhar um rim. 
O cruzeiro saiu de Roma e foi até as ilhas gregas, confesso que fiquei um pouco receosa de como seria o rendimento da viagem no que diz respeito às visitas nas cidades onde iríamos parar. 
Obviamente…

Caso: A pegadinha de voltar de ônibus da balada em Cancún

Imagem
Da Série Cuidado na Estrada!

Era noite e estávamos hospedados no resort Park Royal Cancún, em frente ao Shopping La Isla, na Zona Hoteleira, naquela pista super extensa que dá acesso a todos os hotéis de Cancún, a Blvd Kulkucan. Na sua "ponta" norte está o concentrado de restaurantes, barzinhos e boates tão famosos da cidade. 
Nessa noite decidimos ir até a Glow Party no Señor Frogs de ônibus, só eu e o Matheus. Eu já tinha ido a Cancún e logo o convenci de pegarmos o transporte na parada em frente ao hotel já que é super tranquilo (todo mundo faz isso) e custa muito barato, tipo 1 dólar ou alguns poucos centavos de pesos mexicanos. 
A ida foi bem fácil, logo chegamos no burburinho e na primeira parada descemos para curtir a festa das tintas. A noite foi bem divertida e deu para ele perceber que aquelas baladas são muito americanizadas e pouco se percebe de México em tudo (talvez só na tequila). Eram muitos turistas, muitos dos EUA, nenhum mexicano e pessoas de todos os est…

Cancún, no México - Parte 2

Imagem
Este post é um complemento do Post Cancún - parte 1, meu primeiro relato sobre a cidade ainda em 2013. 
Mais uma vez nesse paraíso só para provar que às vezes a vida nos faz cada surpresa...apesar da demora em fazer o post (juro que tinha esquecido), não podia deixar de fazer esse relato. Dessa vez fui em fevereiro, e minha dica é ir em junho/julho, os meses de maior calor.
Dessa vez nos hospedamos por alguns dias no Comfort Inn Aeroporto, um hotel "normal", só com café da manhã incluso, para fazermos alguns passeios que duravam o dia todo (Dica de ouro: não gaste diárias em resort all inclusive se vai fizer passeios que duram o dia todo).  Pegamos o carro alugado no aeroporto e dirigimos para o Comfort que está na rodovia 307 Cancun - Tulum.
No dia que chegamos, dirigimos até Playa del Carmem para jantar na Quinta Avenida. Várias lojas e restaurantes novos surgiram, até o Shopping Quinta Alegria melhorou bastante (Miami total!). Nos outros dias dirigimos até o Xcaret (que a…