Projeto “Viaja mais Melhor Idade”

"Born to be wild..."

Eu venho de uma família que sempre valorizou muito essa cultura da viagem. Desde sempre, escuto e participo das suas histórias de viagens por esse Brasilzão. Já fui (na verdade, fui carregada) para muitas cidades e já durmi demais no colchonete debaixo do banco da minha mãe no ônibus. Provavelmente veio daí essa sede por estrada. Os anos passam e eu, e a nova geração, não deixamos a tradição morrer e continuamos a saga dessa família viajandona.

A geração pioneira que semeou a “sementinha das malas prontas”, também não pode perder o ânimo de viajar. É o que digo todos os dias para minhas tias, tios e mãe (meu pai é um caso à parte que fica pra outro post). Existem trocentos pacotes e opções de viagens especialmente feitos pra essas pessoas que estão eternamente de férias. Férias? Vamos viajar pessoal!

Aproveitando o tema (e meu engajamento recente pela questão do idoso), nesse mês de julho aconteceu em São Paulo o 6° Salão do Turismo e o estande que tratava do projeto específico para 3° idade atraiu cerca de 2.200 idosos. O projeto é um barato, Viaja mais Melhor Idade, e visa incentivar o turismo das pessoas com mais de sessenta anos naquelas épocas de baixa estação. Entre as vantagens estão: 50% de desconto na hospedagem em hotéis e pousadas filiadas ao projeto, pacotes turísticos próprios para esse público e descontos na compra de passagens aéreas feitas nas agências parceiras desse projeto do Mtur.

Eu canso de ver nos aviões, nas ruas e aeroportos muitos casalzinhos, amigas (os), viúvas (os) bem ativos e animados em alguma excursão. E eles não se limitam às fronteiras brasileñas, são super corajosos e se jogam mesmo nas Europas da vida. Analisado o cenário turístico atual eu só chego a uma conclusão: com o passar dos anos as coisas estão melhorando, e a tendência é que nossas viagens só aumentem! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia