Lições cinematográficas



Eu sou meio sem noção, e assisto à uma penca de filmes procurando sempre tirar de todos eles lições valiosas de sobrevivência e proteção à vida. Principalmente nos casos que envolvem deslocamento extraterritorial viajentícios. Nada melhor que poder ficar mais alerta e não vacilar com as atitudes ou decisões, por mais simples que elas possam parecer – na verdade sempre parecem. 

Vou citar aqui alguns filmes (requisitos básicos), meus guias “arroz-com feijão” atitudinais, indicado para pessoas interessadas em se dar bem em situações de crise.

Busca Implacável (Taken): Sou muito fã do Liam Neeson e esse filme é um arraso. Nele você aprende:
  • A nunca dividir o táxi do aeroporto por mais interessantes que sejam as pessoas;
  • A não contar sua vida inteira para estranhos só porque está feliz, é simpática ou está afim de faturar alguém anoite;
  • A não ser tão ingênua(o) pois o tráfico de mulheres existe mesmo e eu tenho certeza que seu pai não é um ex-agente da CIA.
    Veja o trailer aqui

Passageiros da noite (Shuttle): Assisti sem querer a esse filme que é bem trash mas até vale a pena. Nele você aprende:
  • A reservar os serviços de shuttle para evitar impulsos desesperados no desembarque;
  • A nunca entrar em um ônibus que só tenham homens mau encarados (se você não for um travesti);
  • Que ser bonita pode ser um problemão, então de repente é legal fazer a linha “demente”;
  • De novo, mulheres abram os olhos! O tráfico de mulheres existe e você pode ir parar dentro de um contêiner, à bordo de um navio de cargas rumo à Ásia Oriental.
    Veja o trailer aqui

O Albergue 1 e 2 (Hostel): Os filmes são pesados e não economizam nas cenas fortes. Nele você aprende:
  • A não ser um homem trouxa que faz qualquer coisa para finalizar mulheres (sejam elas de onde forem);
  • Que apesar de estar em grupo, você e seus amigos não são a “Liga da Justiça”;
  • A não mudar o roteiro da sua viagem e incluir cidades totalmente desconhecidas indicadas por pessoas que você conhece a menos de 3 minutos;
  • A não dar papo para desconhecidos nas viagens de trem;
  • Que o mundo não é tão perfeito como sua vó contava. E o dinheiro faz cada coisa...
    Veja os trailers  filme 1       Filme 2

As Ruínas (Ruins): O filme é bem tonto e a história muito pior. Nele você aprende:
  • A não contratar pessoas avulsas como guias em passeios que envolvem matas e florestas;
  • A não achar que está em casa e relaxar demais, principalmente em países que não falam sua língua;
  • Antes de sair entrando em tudo e fazendo qualquer coisa, pesquisar o contexto sobre os costumes e cultura local. 
    Veja o trailer: aqui

A morte pede carona (The Hitcher): Eu gostei do filme,  principalmente da versão mais recente. Nele você aprende:
  • A não ser o bom samaritano e dar carona para transeuntes;

  • A não se arrepender de não ter dado a tal carona.
    Veja o trailer aqui




Encontro explosivo (Knight and Day): É aquele filme padrão “Tom Cruise” e até que é divertido. Nele você aprende:
  • Que por mais que um homem lindo e sedutor te dê conversa, não aceite passar nada no aeroporto como se fosse seu;
  • E não deixe ninguém colocar algum objeto escondido nas suas coisas;

    • Que não só o Tom Cruise, mas a Cameron Diaz também está ficando velha.
      Veja o trailer aqui.
     

   Turistas: Filme patético que é filmado no Brasil. Nele você aprende:
  • Que não se deve confiar em todo mundo;
  • Não aceitar bebidas de desconhecidos;
  • A nunca ir ao Brasil.
 Veja o trailer aqui.





Conselho final: Se em algum momento se sentir acuada(o) comece imediatamente uma conversa bem tranquila e nada discreta com sua amiga(o) sobre aquelas aulas de kick boxing e defesa pessoal que você começou a fazer na academia próxima da sua casa. Não esqueça de mencionar que você está treinando na turma masculina pois ainda não abriram uma turma de mulheres. Ponto importante: Sua amiga DEVE cair na conversa e não fazer perguntas demais (beleza Clarissa?).

Outros filmes que entram bem no contexto: A Trilha, Mar Aberto, O Limite do Medo, Pânico na Ilha e alguns mais que eu ainda vou me lembrar.

Comentários

  1. Adorei o post!!!
    E preciso dizer... eu totalmente caí na conversa do kick boxing... tanto que fiquei curiosa e pedi mais informações!!! ��❤️������������

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia