sábado, 6 de junho de 2020

Balada em Las Vegas, nos Eua



Como nossa viagem foi um combo de natal (NY) + reveillón (Vegas), resolvemos deixar as baladas propriamente ditas para Las Vegas. 

A primeira coisa a ser dita é que são inúmeras opções (tivemos muita dificuldade). Eu vou focar o post nas opções mais "ortodoxas", mas vale lembrar que, pra quem tiver interesse, também há um vasto cardápio de boates de strip, inferninhos e afins. Inclusive, durante a noite você vai ver promoters oferecendo verdadeiras regalias para ir até elas (geralmente elas ficam fora da Strip). 

Em relação às outras "mais comerciais", também vão ter promoters distribuindo benesses, como entradas grátis até um horário definido e etc. Também podem colocar seus nomes numa lista, e aí lá você se identifica, pega a fila e entra. Ou seja, sempre pare e pegue os flyers pois eles vão te render ofertas legais para economizar dinheiro. 

A noite começa a partir da meia noite, porém, as filas monumentais começam bem cedo, tipo as 22h. São vários tipos de filas, e várias "peneiras" e "triagens" até você, de fato, entrar (isso é bem chato). Então chegue cedo porque não vai ter como evitar (a não ser que você seja mais um asiático trilhardário que perambula por Las Vegas). 

O face control rola de forma escancarada. Capriche muito no visual. Mulheres DEVEM usar salto e maquiagem, e homens DEVEM estar de calça e sapato sociais. Vai ter gente vestida de tudo que é jeito, afinal é Las Vegas, então capriche no look e não tenha vergonha de ousar. Pode beber na fila, mas recomendo ser discreto para não queimar seu filme e acabar sendo barrado. 

Outra dica para economizar é não ir de casaco de frio, mesmo sendo difícil no inverno, porque o guarda-volume vai custar a bagatela de $25 por peça. Eu usava o truque do casaco da Uniqlo que é dobrável e pode ser embutido numa capinha. Ou seja, fica parecendo uma bolsa quando você envolve a cordinha da capinha no pulso. 

Faça esquentas, não vá de cara limpa achando que vai beber até morrer lá dentro. Além de ser bem caro, o acesso aos bares é muito comprometido pelo número de pessoas por metro quadrado. Não tem como ficar bêbado também porque os seguranças logo expulsam as pessoas "alteradas" dos eventos, seja por bebida, droga, ciúme ou valentisses (homens ou mulheres). 

Os lounges e cercadinhos vips são todos pagos à parte (aliás, custam bem caro) e, nós pobres mortais, temos que manter certa distância que é delimitada com cordinhas. Dica: não crie qualquer tipo de desavença com as hostess porque elas se acham e por qualquer besteira pedem para algum segurança te expulsar.  

Nos banheiros, geralmente, vão ter aqueles profissionais de limpeza que vão esperar o tip (gorjeta) depois do seu xixi. No masculino, tinha tip de $100, pasme. Outro costume convencionado é dar o tip para o bartender que fizer seu drink ou entregar sua cerveja (tipo $1 ou $2 é suficiente).

Agora a maior dica do mundo é: NÃO pague para entrar nas baladas. Entre com antecedência no site (https://vegasplugg.com/) e coloque os nomes das pessoas, no dia e balada que quiserem. Depois é só correr para o abraço. Dá pra colocar os nomes nas baladas mais tops e nos dias mais especiais (tipo na Omnia e na Hakkasan).

Dependendo da época que for, os ingressos podem até estar custando preços pagáveis. Não custa acompanhar a programação nos sites. 

Coyote Ugly (Hotel New York New York)


É um bar no estilo do filme "Show Bar" em que as bartenders dançam em cima do balcão. Ele fica no hotel New York New York. Paga-se por pessoa para entrar (se não me engano, acho que $20). E é bem animado porque, apesar da vibe mais country, as músicas que tocam são bem comerciais e transitam em vários estilos. Tem muito homem por causa das dançarinas e muita mulher porque é um lugar massa pra zoar com as amigas, fazer a despedida de solteira, beber uns shots de graça e também dançar no balcão. Inclusive tem uma parte do teto cheia de sutiens pendurados pois acontece uma competição pra ver quem tira o dito cujo no ato e consegue jogá-lo e engarranchá-lo no teto. É um ótimo lugar para fazer um esquenta, ou dependendo do seu grau, finalizar a noite lá mesmo. 


Omnia Nightclub (Hotel Caesar's Palace)


Essa foi a balada que escolhemos para passar a virada do ano, na ocasião rolou o dj Calvin Harris. Ela fica no Hotel Caesar's Palace e do lado de fora a gente não consegue se dar conta do vai encontrar lá dentro. Como está numa maravilhosa localização, bem no meio da Strip, seu ambiente externo, no terraço, oferece uma vista linda da principal rua de Las Vegas além de ter uma programação musical diferente do palco principal (no inverno tinham aquecedores e lounges com sofázinhos). Na parte indoor, acredito que tinham mais 3 espaços independentes, um com música mais latina, outro com música eletrônia, e o outro com Cavin Harris. Todos os espaços estavam bem lotados, não dava pra ficar transitando. A gente só conheceu esses outros ambientes quando decidimos ir embora (e tudo ainda estava longe de acabar). Com certeza essa foi uma das baladas mais bonitas que já pude estar. Padrão Ibiza. O teto (foto) era muito louco e fazia uns paranauê, desciam acrobatas e mulheres do teto...sem mais spoilers!


TAO Nightclub (Hotel The Venetian)


A TAO é uma balada que mais cedo funciona como restaurante e é toda decorada no estilo asiático (tem um mega Buda na entrada). Entramos todos de graça, inclusive os homens, e ainda era openbar até meia noite para as mulheres (o site das listas realmente funciona). Fomos só pra balada e aproveitamos o openbar (as bebidas estavam um pouquinho mais fortes que as dos resorts de Cancún). A música era bem boa, toca meio que de tudo, pouco reggaton e muita muita black. Apesar de ter apenas um ambiente, tem uma varanda legal com vista para "Piazza di San Pietro" do hotel. 



Observação: Em uma das noites íamos no hotel nos arrumar para a balada Hakassan mas acabou que não deu tempo e fomos direto da rua. Na fila, depois da segunda triagem, o segurança disse que o Matheus não ia poder entrar com a calça jeans. Acabamos indo embora e o Casal Net curtiu a festa (e gostaram bastante). Fica a dica!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cayo Bolivar, na Colômbia

Um dos passeios mais fantásticos que já pude fazer numa viagem, sem sombra de dúvidas, foi em San Andres na Colômbia . O passeio maravilhos...