Viajando para o México

"...and she dreamed of para-para-paradise..."
Decidir ir passar férias no México é mais que uma sábia escolha, além de ser pertinho a gente ainda tem tanta beleza natural que não dá vontade de voltar nunca mais para casa. Também é acabar sabendo de várias informações, que eu particularmente não sabia, como o fato de Cancún estar no Caribe mas não ser mais uma ilha dele.  

Lapsos geográficos à parte, o aprendizado vai muito além disso. Decidi ir para o Merrico pela diversidade e riquezas culturais, queria ir para um lugar não tão longe do Brasil, não muito caro e que valesse a pena gastar meu tempo de sobra. Com o país escolhido o desafio era definir que cidades visitar, duas opções fizeram minha cabeça: Acapulco ou Cancún. Duas grandes diferentes opções já que Acapulco tem toda sua magia importada do programa Chaves e Cancún é Cancún e dispensa apresentações. 

Entre as águas do Pacífico de Acapulco e o mar Carbeño, achei que estava na vez de Cancún. Santa escolha!

Em que época ir?
O importante na hora de se planejar é pegar a época certa de ir longe dos furacões, ou seja, de janeiro a julho. O calor é predominante o ano inteiro mas pode acontecer de cair uma chuvinha de verão "do nada". Mas relaxa que ela vai embora super rápido. 

Eu sempre pensei que iria para Cancún na época do famoso Spring Break (março), acho que vou acabar indo, mas sinceramente acho que deve ser tenso demais levando em consideração a quantidade de gente que ele reúne na cidade/hotel. Dependendo do seu foco de viagem, fuja da época do SB. 

Que moeda levar?
Uma das maiores dúvidas era que moeda levar pois além da moeda local, os pesos, o dólar é muito usado. Minha maior dica é levar tudo em pesos. Aceitam dólares em todos os lugares mas o troco vem em pesos e nem sempre com a melhor cotação. Então para facilitar a vida e as contas, faça uma conta rápida de quanto deverá levar em dólares, depois converta esse valor para os pesos mexicanos e troque por eles. E lógico, não esqueça do cartão de crédito habilitado para uso no exterior.

Ir ou não ir num pacote?
Definitivamente, a resposta é não. Os pacotes além de terem preços altos, oferecem poucos dias (não dá nem para fazer o básico) e hotéis nada atrativos (em pontos horríveis e não tão bonitos da praia).

Alugar ou não um carro?
Eu não acho que seja a melhor ideia no caso dessa viagem, talvez por um dia para conhecer algumas praias diferentes. Mas no geral, para fazer os passeios, não indico o carro porque a maioria dos pacotes de passeios que podemos fechar pela cidade já incluem o transporte levando e buscando do hotel, fora o fato de não ter que voltar dirigindo depois de um dia cansativo num parque aquático. Vou dizer uma coisa, passeios que envolvem água, praia e sol cansam pra caraca.

Negociando com os mexicanos
Nas grandes lojas não tem o que fazer, mas nas lojinhas e ruas sempre barganhe com os vendedores. Quando for fechar algum passeio, pesquise bastante pois o preço pode variar radicalmente. Não caia na conversa  do primeiro que te der alguma informação sobre valores e horários. Tenha sempre uma segunda, terceira...vigésima opinião.

Quantos dias ficar?
Para curtir as praias, os hotéis e os passeios fique no mínimo 9 dias. Caso tenha mais tempo e dinheiro, acho que entre 12 ou 15 é mais do que perfeito e dará para fazer tudo, tudo mesmo.

Como fazer o roteiro?
Levando em consideração que você não vai em nenhum pacote de viagem, divida seu roteiro em duas partes: Riviera Maya (Playa del Carmen) e Isla Cancún.

Pegue mais dias em Playa del Carmen pois lá é o ponto mais próximo para a maioria dos passeios. Reserve um hotel comum e todo dia faça um passeio diferente. Não esqueça de reservar pelo o menos um dia para curtir a praia de lá e zanzar pela Quinta Avenida.

Depois finalize sua estadia indo para algum hotel resort all inclusive em Isla Cancún e curta muito o hotel e a praia dele. O regime all inclusive é ótimo e tem centenas de bares, boates e restaurantes nos hotéis para a gente se acabar. No máximo saia uma tarde do hotel para conhecer algum centro de compras (existem milhares) como o Shopping La Isla ou a Plaza das Américas. Também compensa pegar um período do dia para conhecer a ilha Isla Mujeres.

Na minha opinião é melhor fazer a Playa del Carmen primeiro e depois ir descansar no hotel-resort de Isla Cancún.

Onde se hospedar?
Em Isla Cancún, escolha algum dos hotéis da Zona Hoteleira onde o pre-requisito é ser 5 estrelas. Já em Playa del Carmen, fiquei em algum próximo à Quinta Avenida (a principal). Fiquei no Quinto Sol Boutique Hotel e só tenho lembranças boas de lá. Localização perfeita na 5a Av, no melhor ponto da praia, ótimo serviço, quarto mega confortável...não pense duas vezes.

A dica de ouro está no fato de em Isla Cancún você se hospedar no Oasis Cancún Hotel. A rede Oasis é a mais famosa e procurada por todos, além de ter um sensacional custo x benefício. Fuja do Hotel Oasis Palm Beach (o dos pacotes de viagem) que está localizado numa área muito ruim de praia. Escolha entre o Oasis Cancún Hotel ou o Grand Oasis Cancún, ambos estão juntos e dividem a mesma área comum. A diferença entre os dois é apenas um frigobar no quarto e o fato de estarem em prédios diferentes (um do lado do outro). A diferença de preço é grande e os dois são all inclusive, ou seja, faça reservas para o Oasis Cancún Hotel.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia