Valência, na Espanha

Resultado de imagem para valencia

Valência é a Capital da Comunidade Valenciana, uma cidade que sabe muito bem misturar o passado com o futuro. Foi uma das cidades que mais gostei na Espanha, o clima nas ruas era ótimo. A principal língua falada, para a confusão dos seus neurônios, é o valenciano. Além de possuir o circuito urbano de Formula 1, o maior detalhe de lá é que eles também aderem à famosa pausa para siesta. Sim, depois do almoço tudo pára e o sono impera. Para nós turistas isso pode ser uma pedra no sapato, então entre 13h e 16h é melhor você se programar para ir visitar a Cidade das Artes e das Ciências que não segue esse costume à risca e mantém as portas abertas. 

Falando nela, a Cidade das Artes e das Ciências é um complexo cultural, todo divinamente projetado pelo arquiteto Santiago Calatrava e abriga o L'Hemisfèric (um cinema IMAX e um planetário), o El Museu de les Ciències Príncipe Felipe (um museu de ciências com muita interatividade), o L'Umbracle (um jardim meio aberto e meio fechado que funciona como galeria de arte de dia e, anoite como uma baita balada), o L'Oceanogràfic (o maior aquário oceanográfico da Europa - o segundo está em Lisboa. Não perca o show de golfinhos e o restaurante submerso), o El Palau de les Arts Reina Sofia (parece um olho gigante, que é uma casa de ópera e espetáculos), fora os espelhos d'água e colunas iradas ao longo de todo complexo. Ficamos um dia inteiro por conta das atrações de lá e valeu muitíssimo a pena. 

Ficamos no Hostal Venecia, super indicado e muito bem localizado na Plaza del Ayuntamiento. Dali é super fácil chegar à Estação Ferroviária da Renfe e à Plaza de Toros de Valência (é possível assistir touradas em Valência), que está ao seu lado. Ali na redondeza está uma das principais avenidas, a Carrer de Cristóbal Cólon. Passamos pela Plaza de la Reina, pela Iglesia de Santa Catalina, Catedral de Valência, Plaza de la Virgen, pelas portas antigas da cidade, a Torres de Quart e a Porta de los Serranos, pelo Bairro del Carmen, gostoso demais para ir anoite. É cheio de restaurantes, bares e boates. 

Além da parte mais antiga (centro da cidade e Plaza de Touros), a parte moderna (a Cidade das Artes e das Ciências e o circuito de Fórmula 1), ainda existe o fato de Valência está localizada no litoral, e é abusada o bastante para ter uma das melhores praias que fomos: a praia de la Malvarrosa. Grande, com uma areia deliciosa e uma estrutura melhor ainda. 

Os tapas e as cañas (petiscos e chope) pelos restaurantes são incrivelmente baratos, não deixe de ir. A Paella Valenciana é um arraso de gostosa e diferentemente da paella tradicional que leva frutos do mar, é feita com frango e carne de coelho. Jogue um limãozinho por cima e divirta-se! Como nas outras cidades, existem vários bebedouros pelas ruas para matar o calor. Experimentamos por lá também a cerveja Amstel. A balada fica, principalmente, no bairro del Carmen e no L'Umbracle, na cidade das Artes e Ciências

No mês de março acontece uma das festas populares mais famosas do país, as Fallas. Dizem que é o carnaval de Valência, mas não se engane, em nada se parece com o nosso, porém atrai muitos turistas para a cidade nessa época.

Não se esqueça de levar para a viagem sua carteirinha de estudante (a internacional ou a comum). Em praticamente todos os lugares que fomos, que cobrava a entrada, nossas carteirinhas regulares do Brasil foram aceitas e pagamos bem mais barato.

O sistema de transporte público é mega completo e eficiente, você vai encontrar os ferrys no porto, um aeroporto internacional, metrô, bicicleta, táxi e ônibus. Perfeito demais!


Valência - Espanha  Viagem: 2012 (julho).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia