Clube de Viagem - Aruba



Como o caribe tá muito na moda, agora é a vez de uma ilha super famosa e que fica pertinho do Brasil: Aruba. Também como novidade é o fato de ser um Clube de Viagem bem lua-de-melado. Meu amigo foi recém casado até Aruba e ficou por lá 5 dias em dezembro de 2012. 

Estilo da Viagem: Romântica/Casal - Lua de Mel
Hospedagem: Hotel The Westin     Indicaria? Sim, mas acho que o Hotel Radisson (que estava no mesmo valor) deve ser melhor.
Deslocamento: Voando Gol
Grana: Gastei o previsto. 
Sugestão de dias mínimos na cidade: 7 dias. 

Baladas, shows e afins: A cidade não tem baladas agitadas. O forte de Aruba são os restaurantes, diga-se de passagem, todos que fui são excelentes. Bar um pouco mais agitado é o Senor Frogs (o que também tem em Cancún) no mesmo local onde fica um centrinho com vários restaurantes e lojas. Recomendo, é legal até mas não vá achando que é uma balada, as coisas fecham cedo, tipo umas 22:00 ou 23:00.

Hospedagem: Ficamos no The Westin, muito bom e atendimento bom também. Café da manhã bem gostoso com bastante coisa, inclusive gorduras americanas (linguiça, bacon, salada de frutas e etc). Cama muito confortável, depois fiquei sabendo que o forte desse hotel são as camas e roupas de cama e travesseiros, etc. Até brinquei com uma funcionária se tinha como eu levar um travesseiro pra mim e ela falou o hotel vende no site seus produtos. Nunca vi hotel ter conjuntos de cama essas coisas de marca própria pra vender.
Tem o Hotel Radisson que é o mesmo preço e acho que é muito bom também. Na verdade achei a área da piscina dele melhor e mais aconchegante. O hotel por dentro vi muito pouco mas acredito sim que deve ser tão bom quanto o The Westin. Aconselho o Radisson porque ele fica na frente do “centrinho da cidade” e o The Westin é perto mas é preciso andar uns 2 km (no máximo) para ir e voltar, talvez nem isso. Mas o fato de uma melhor localização é muito importante.
Agora se tiver grana o suficiente vai e fica no Hotel Riu, que hotel sinistro! Tudo liberado (acho que isso nem vale muito a pena para que se possa conhecer os outros restaurantes da cidade), mas a estrutura é impressionante, todo o hotel lembra um castelo.
Obs: depois que reservar o hotel, na semana de ir, ligue ou mande um e-mail falando que está indo de lua-de-mel e pergunte se não tem como melhorar um pouco o quarto para fazer uma surpresa. Eles normalmente te colocam em um quarto um pouco melhor e com direito a uma garrafa de champanhe. Fizemos isso, aluguei um quarto básico normal e pedi na “cara dura” e consegui um quarto alto com vista para o mar e para piscina. E de quebra ainda colocaram uma garrafa de champanhe no nosso quarto no segundo dia. 

Passeios: Só fizemos o passeio do barco com comida e bebida liberada. O barco fez duas paradas para mergulhos com snorkel (ou cilindro para quem quisesse pagar mais), uma delas num navio naufragado bem legal. Acho que foram $ 70 dólares por pessoa. Íamos fazer o passeio com um quadriciclo mas preferimos alugar um carro para andar pela ilha. Fica muito mais em conta e mais divertido.

Alugou carro? Sim, vale muito alugar um carro lá. Acho que alugar por uns 3 dias é o suficiente. Você roda a ilha toda, conhece todos os lugares e vai aos restaurantes mais afastados sem precisar pagar táxi e vai a Palm Beach que é bem longe mas vale a pena ir conhecer. As praias têm uma água muito azul!



Estilo de árvore famoso em Aruba: as watapana ou árvores divi-divi


            O que indicaria?

Indico muito os restaurantes de Aruba. Saímos todos os dias para jantar e cada dia em um restaurante diferente. O atendimento e os restaurantes são excelentes, comida muito boa e visual fora de série. Jantamos em dois restaurantes na beira da praia. Um diga-se passagem com aquela água azul a um passo dos nossos pés, se a maré tivesse um pouco mais cheia ia passar por cima de umas pedras e iria molhar nossos pés. Queria muito que isso acontecesse...afinal o restaurante tem em cada mesa uma espécie de cabide para sapados para que assim os clientes possam chegar e ficar descalços para desfrutar do prazer de comer com os pés na areia e quem sabe com os pés na água. Fica então a dica desses dois restaurantes maravilhosos:
- Passions onthe Beach: esse restaurante fica próximo aos hotéis e ao centro e uma “avenida beira mar”.
- Flying Fishbone: esse fica mais longe, próximo a Baby Beach, mas vale muito ir até lá.

Outra dica muito importante para esses restaurantes na beira da praia é fazer reserva e ir no horário de 18:00 mais ou menos para que possam pegar o pôr do sol que é muito bonito.

O que não indicaria?

Confesso que não tenho nada para não indicar. Tudo que fiz na cidade valeu muito a pena. Todos os restaurantes que fomos eram muito bons e o atendimento nota 10. O único passeio que fizemos foi o do barco com bebida liberada e um lanche. Nesse passeio fizemos duas paradas para mergulho que foi bem legal também, mas pra quem já teve oportunidade de fazer algum passeio desses aqui pelo Brasil ou em algum outro lugar não tem muita diferença, ou seja, vale pensar antes de fazer.  

Resumo da viagem: Voltaria de novo, não deu tempo de ver tudo. 


Quem ficou com vontade de casar e ir para Aruba na Lua-de-mel levanta a mão!!! Eu: \o/




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia