Trens na Espanha: viajando na Renfe


Não há dúvida nenhuma em usar o serviço ferroviário nos deslocamentos entre cidades na Espanha. Os trens são rápidos, pontuais, práticos e confortáveis: são concorrência pesada para qualquer outra opção de transporte. Os preços também são tranquilos, compramos bilhetes para o mês de julho (verão) que custaram em média 50 euros por pessoa o trecho para viagens interestaduais. Para as viagens curtas, a média estava na casa dos 10 euros o trecho.

Para comprar passagens e fazer pesquisa de horários de trens, entre no site da Renfe, a companhia de trens espanhola. Assim como a maioria dos trens da Europa, ela é super bem estruturada e tem muitas opções de saídas e destinos. Achei que fosse encontrar trens mais lotados pela época em que se deu a viagem, mas curiosamente estavam bem tranquilos (diferentemente dos alemães). 

Como partimos do pressuposto de que nossas viagens, principalmente as grandes, são planejadas com tempo hábil, provavelmente sua pesquisa pelos trechos de trens serão prejudicadas pelo fato da abertura da agenda de vendas de bilhetes se dar apenas com três meses de antecedência da data de embarque. Mas não precisa se render ao pânico! Como eu disse, no site da Renfe é possível fazer as pesquisas por trecho e horários. Vai dar para montar todo o roteiro com detalhes de horários sem problemas, só não vai ser possível realizar a compra, mesmo se você estiver afoito demais para começar a parcelar o orçamento. 

Quando finalmente a agenda de venda de bilhetes estiver aberta para a época do seu interesse, vai surgir mais um "probleminha" na sua vida: o site da Renfe não aceita cartões de fora da Espanha, mesmo habilitados para o uso no exterior. Mas nada de pânico again! Não precisa se lastimar e ter que deixar para comprar os bilhetes lá na hora (com o risco de perder o juízo e os melhores preços por antecedência de compra). É possível comprar os mesmos bilhetes da cia Renfe no site da Rail Europe, inclusive pagando logo em Reais.

No ato da compra, não se esqueça de selecionar a tarifa mais barata "Joven < 26" (se, claro, você tiver menos de 26 anos na data da viagem) e analise os valores cobrados com antecedência, muitas vezes vai compensar pagar por um bilhete numa classe superior. 

Viajando de trem, mais dicas aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia