quinta-feira, 5 de março de 2020

Las Vegas: opções de bate-e-volta








Dependendo da época em que for, e do tempo que for ficar na cidade, vale a pena fazer uns bate-voltas ao redor de Las Vegas. Aqui no post vou falar apenas sobre alguns deles que acho bem oportunos para entrarem no roteiro:

Grand Canyon
Se você tentar ver um pacote nas agências espalhadas pela cidade, vai perceber que basicamente existem duas opções de roteiros para o Grand Canyon:

1. West Rim: o mais próximo de Vegas e que envolve a ida à represa Rover Dam (que abastece a região e separa os estados de Nevada e Arizona). Esse pedaço fica dentro da reserva indígena dos índios Hualapai, e é possível fazer voos de helicóptero, passeios pelo Rio Colorado e andar pela passarela de vidro suspensa no abismo, Skywalk. Dá pra fazer em 1 dia. Opções de ida: helicóptero, excursão ou de carro por conta própria.

2. South Rim e North Rim: pedaço mais distante e dentro do Parque Nacional do Grand Canyon. As excursões fazem em 1 dia, mas pelo que deu pra perceber é bem na correria. Melhor ir por conta própria e com mais calma (fazendo per noites). Opções de ida: excursão ou de carro por conta própria.

Resolvemos fazer a opção 1 meio que de última hora pois o tempo mudou (quando estávamos planejando desistimos de ir pois os relatos diziam que devido à neve, as vistas estariam comprometidas). Alugamos um carro no sufoco no Bellágio pois as locadoras estavam com praticamente todos os carros já reservados e fomos pro conta própria.

Chegamos a ver uma excursão num quiosque na Strip, porém, o fogo no rabo da vida loquice não nos permitiu entrar no mundo das regras (além do mais, o horário de saída era muuuito cedo).  Portanto, paramos no "mercado" (Lê-se "farmácia CVS"), compramos mantimentos alimentícios e tocamos o pé na estrada guiados pelo Google Maps.

Achamos a experiência muito boa, dizem que em termos de "Grand Canyon", o South e North Rim oferecem vistas melhores ainda, mas pelo que vimos, garanto que valeu a pena. Principalmente pra quem tá sem tempo ou não tem muita paciência para esse estilo de passeio. O pôr do sol é maravilhoso!

O caminho foi super tranquilo e sinalizado, apesar de em alguns trechos estarem com gelo nos acostamentos. As paisagens são incríveis! Paramos o carro a cada 2 km para tirar fotos.

Resumo do nosso roteiro: Roover Dam, Dam Bridge, ponto de observação Taming the Colorado, a cidade de Dolan Springs. Chegamos na entrada da reserva Hualapai Mountain Park. Lá você deixa o carro estacionado (de graça) e paga por pessoa para entrar e ter acesso ao:

- Eagle Point: tem ótimas vistas do Grand Canyon, barracas típicas dos índios e a passarela de vidro Skywalk (achamos o vidro meio riscado demais apesar de ninguém entrar de sapato e com proteção nos pés.Também não é permitido entrar com bolsas, celulares e câmeras. Isso significa que se você quiser fotos, vai ter que pagar por elas. Tem um restaurante (quando chegamos estava fechado).

- Guano Point: foi ponto de observação do Grand Canyon que mais gostamos. Se estiver sem tempo priorize-o. Tem um restaurante que estava aberto.

- Hualapai Ranch: é uma cidadezinha cenográfica no estilo faroeste. Meio bobalda mas você pode se interessar. Tem até lojinha de souvenir.

Para acessar esses três pontos, eles disponibilizam um ônibus gratuito de transfer que sai de 15 em 15 minutos. Lá na entrada da reserva também saem os passeios de helicóptero.

Las Vegas Ski Resort
Já pensou em ir a Vegas e esquiar na neve? Sim, é super possível! É só alugar um carro e ir até o Las Vegas Ski Resort, que fica a cerca de 80 Km de Vegas, no Mount Charleston. O translado vai durar tipo 1h (cada perna) e é conveniente você pegar um carro apto para o trajeto que provavelmente terá neve. Uma boa ideia, é ficar alguns dias no resort, mas caso não seja possível, algumas pessoas fazem um bate-volta de 1 dia. 

Não fomos até lá, mas pelo que pesquisei, não use a opção de ir de Uber pois no fim do dia vai ser quase impossível achar um pra te trazer de volta. 

Los Angeles
É bom cogitar dar um rolê pela costa oeste dos EUA, principalmente no verão. A viagem vai durar cerca de 4h de carro até Los Angeles (cada perna). Não fomos pois achamos muito apertado para ir e voltar no mesmo dia.

Kingman (Rota 66) 
Se quiser conhecer a famosa Rota 66, baste dirigir até Kinggman, uma cidadezinha, no estado do Arizona. A partir de lá, você poderá dirigir pelo o maior trecho ininterrupto da Rota 66.

Seven Magic Mountains
Um artista suiço resolveu fazer uma obra de arte no meio do deserto. Daí fez uma espécie de instalação de pedras coloridas e empilhadas ali pertinho de Las Vegas. É um daqueles lugares instagramáveis, com certeza. Acabamos não indo pois ficava para o lado contrário do Grand Canyon que estava no nosso plano. Mas, se não me engano, é possível ir de Uber, pois não fica muito longe da Strip. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como escolher seu hotel em Las Vegas

Sempre ouvi dizer que a hospedagem em Las Vegas é um item muito fácil de resolver, porque são muitas opções e, portanto, acaba sendo ...