Valeu Chavinho...

Certamente um dos dias que mais me comoveu foi sexta-feira, 28/11/2014, o dia em que Roberto Bolaños faleceu. E junto com ele, seus personagens que de tão presentes na nossa memória (e vida) não se desvinculam do ator. Não sabemos separar a obra do criador, aliás nem ele sabia, então foi um dia de tristeza principalmente porque estávamos nos despedindo do querido Chavinho. 

Fica a tristeza e a eterna vontade de passar férias onde ele passou. Aliás, foi ele que me mostrou a querida Acapulco que com muita certeza trouxe tanta alegria ao pobre Chavinho e vai trazer a mesma para mim também. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia