Hospedagem: Surfistas de Sofás



Marcar uma viagem significa organizar e planejar uma logística imensa (não necessariamente complicada) desde a sua preparação para sair de casa até a volta do aeroporto. Coisas básicas que todo mundo já entendeu que deve fazer ou pagar para fazerem. Minha experiência diz que ao redor de toda uma viagem à estruturar, a hospedagem não é uma das tarefas mais difíceis.

Isso porque depois de você checar toda sua agenda telefônica, mais a dos amigos e parentes, em busca de um lar-doce-lar disposto a te abrigar, é só se jogar no Google e ver o que mais te atende em relação a preço, localização, alojamento, forma de pagamento e etc.

Hoje graças a um amigo querido fiquei sabendo de uma comunidade, a priori, bem interessante: os Couch Surfers. Resumindo é uma comunidade mundial da internet onde as pessoas disponibilizam os aconchegantes, ou não, sofás de casa por algum tempo a algum viajante de alguma parte do mundo. Tecnicamente é uma forma bem econômica de viajar mesmo quando as condições monetárias não são das melhores (my case). Todos - hóspede e anfitrião - se cadastram gratuitamente no site (www.couchsurfing.org) que já abrange por volta de 230 países, e como eles mesmo dizem, até a Antárdida!

Alguns testes de confiabilidade são feitos com todos os registrados para que seja garantido o mínimo de segurança. É mais uma forma de fazer intercâmbio, com uma relação direta entre as partes, e que é numa amplitude mais baixa, uma boa forma de conhecer novas pessoas. Eu achei bacana a ideia, me aproveitar dela é o que começa a passar na minha mente...vamos ver o que minha prima vai achar disso.


Comentários

  1. Isso é tudo que eu precisava saber.kkk Depois quero detalhes. Bjkas prima.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia