JK, o aeroporto de Brasília


"Agora conheço sua geografia, a pele macia, menina morena..."

Eu não acho legal sair falando mal da minha cidade, mas em vésperas de Copa do Mundo e do Fim (do mesmo), o aeroporto de Brasília precisa crescer um pouquinho. O aeroporto JK é um dos mais movimentados do Brasil e com, ou sem, eventos de grande proporção merece ter uma estrutura bacana.

Eu gosto muito da praça de alimentação que não oferece apenas restaurantes ou lanchonetes caríssimos. Inclusive, já ouvi dizer que os preços absurdos dos lanches cobrados nos aeroportos vão baixar. Tinha até um cinema que sabe-se lá porquê foi fechado, ou não tinha ninguém ou muitos começaram a perder os voos. O DutyFree é de dar pena, desde que eu me lembro ele é pequeniníssimo. Há muito tempo fiz uma sugestão de ampliação naqueles formulários espalhados pelo aeroporto, e até recebi uma resposta no meu e-mail da INFRAERO dizendo que “estavam trabalhando para minha satisfação e que ele seria brevemente ampliado”. Estou esperando até hoje.

Não vou gastar linhas falando sobre a demora em liberar bagagens na esteira ou sobre os poucos profissionais que trabalham nos postos da Polícia Federal. Aqueles minutos de internet grátis concedidos aos passageiros com a apresentação do cartão de embarque também é balela. A funcionária do balcão de informações me disse que o acesso é apenas para o site da INFRAERO (?) - pra falar a verdade acho que ela estava mais desinformada que tudo.

O lado bom, é que como ele será um dos aeroportos privatizados do país, não entrará no remanejamento das novas taxas de embarque (os preços vão subir), inclusive o leilão já foi autorizado pelo TCU. Também é legal o novo serviço de transporte entre o aeroporto e o centro de Brasília. A TCB inaugurou a linha Linha Executivo Aeroporto, que funciona das 06:30 às 23h e sai a cada 30 minutos. É bem confortável e custa míseros R$ 8, tem internet free, TV, bagageiro e acesso à deficientes. Infelizmente tem pouca procura pela simples falta de divulgação, então ao chegar em Brasília não vacile e se informe sobre os ônibus executivos, muito úteis, sobretudo, para pessoas que chegam de viagem e têm que ir direto para o trabalho (eu). O itinerário é: Aeroporto, Esplanada dos Ministérios, Rodoviária do Plano Piloto, Setores Hoteleiros Norte e Sul, Aeroporto.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Punta del Este, no Uruguai

Balada em Cartagena de Índias, na Colômbia