Atenas, na Grécia



Atenas é uma cidade agradável e reúne ruínas monumentais do berço da civilização em bom estado, ótima comida, muitos restaurantes, alguns dos melhores museus do mundo, bom transporte público, e preços justos na maioria dos locais. 

É uma típica cidade grande mas com detalhes muito especiais assim como Roma. A história está o tempo todo saltando aos nossos olhos.

Assim que chegamos no porto, contratamos o serviço de motorista para nos levar o dia todo pelos principais pontos de interesse. 

O primeiro local foi a Acrópole (ir de tênis e roupas confortáveis). Ela é, como o nome diz, uma “cidade alta”, construída por volta de 450 a.C. no ponto mais alto de Atenas (150 m acima do nível do mar e serviu originalmente como proteção contra invasores e depois como sede administrativa, civil e religiosa). A Acrópole de Atenas abriga o Erecteion, o Proprileu, o Templo de Athena Nike e, é claro, o Pathernon. Ao seu lado está o Museu da Acróple para quem tiver mais tempo e interesse. 

Como chegamos bem cedo na cidade, não tivemos problemas de fila para entrar na Acrópole, em consequência, as fotos ficaram lindas. Tente madrugar que vale a pena!

Depois da Acrópole, o almoço foi feito no bairro vizinho de Plaka. Essa é a área mais antiga da capital grega, é o centro de Atenas desde a Antiguidade e exibe construções desde o século 2 a.C. O bacana é caminhar pelas ruas de comércio “Adrianou” e “Ermou”. 

Dá pra comprar muita coisa legal da mitologia grega em cerâmica, porcelana, etc. A dica é comprar o azeite de oliva grego, considerado o azeite mais saudável do mundo.

Depois seguimos para o Estádio Panatenaico, construído em 566 a.C. e reconstruído em 329 a.C., local aonde foram realizados os primeiros Jogos Olímpicos da era moderna em Atenas, em 1896. A entrada é 3€ com áudio - guia. Fazia um calor miserável e optamos por não entrar, da entrada é possível ver muita coisa lá dentro. 

Atravessando a avenida em frente ao estádio, assistimos a troca da guarda grega em frente ao Palácio Presidencial. Muiiito interessante e diferente, eu super indico.

Não deixe de experimentar: iorgute grego (um frozen de iogurte que você escolhe o sabor e os toppings), o gyros (churrasquinho grego), a moussaka (espécie de lasanha de berinjela com carne moída, batatas e creme), o frapê (bebida mais popular entre os gregos, é café com leite cremoso e gelado. Como o café não é coado, sempre se pergunta antes do preparo se queremos ou não açúcar). 

Ainda deu tempo de entrar num mercado e comprar, no escuro, coisas gregas interessantes tipo chocolates e sabonetes da oliveira (vulgo azeitona). 

Acredito que apenas um dia inteiro em Atenas seja suficiente para fazer a maior parte dos pontos de interesse, minha dica é gastar mais tempo nas ilhas gregas sem pestanejar. 


Atenas - Grécia     Viagem: 2017 (setembro).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zoo Luján de Buenos Aires: a pior coisa para se fazer na vida

Balada em Bogotá, na Colômbia

Balada em Punta del Este, no Uruguai