Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Capitais do Delito

Imagem
Outro dia estava em minha casa zapeando, como praxe, pelos canais da TV à cabo, e uma propaganda de um programa captou toda a minha atenção: o "Capitais do Delito" (Scan City) apresentado por Conor Woodman, e que passa atualmente todas as segundas anoite no canal National Geographic Channel. A propaganda apresentava o tal programa, e entre palavras como "turismo", "viagem", "mundo", "golpes"...finalizava com a frase: "Eu sou lesado para que você não seja". Pronto, era tudo que eu precisava assistir naquela noite!
O documentário canadense, como as tags já anunciam, trata de uma equipe de reportagem que viaja para as cidades mais famosas do mundo com o foco unicamente em desvendar que golpes, trapaças e malandrices que estão sendo aplicados, principalmente, na classe dos turistas (nós), usando os melhores equipamentos de espionagem. O Conor se faz de isca para sofrer os "atentados" e mostrar, através das câmeras disf…

Balada em Berlim, na Alemanha

Imagem
Da mesma forma que iniciei o post sobre Berlim, repito aqui: foi muita emoção pisar na capital da Alemanha por tudo que ela nos representa. Confesso que a obscuridade de pousar em Berlim sem saber o que encontrar e rodeada do "preconceito branco" sobre o seu passado, não abriu lacunas para pensar muito nas atividades noturnas da viagem. Na verdade foi pensado, fiz uma pesquisa básica ali pelo papai Google, pela Lonely Planet...e foi ai que a coisa ficou séria, muito séria.
Já me empolguei com a noite sem nem ter saído do Brasil. Pudera, uma das noites mais bombantes do mundo é a de Berlim. Tem para todos os gostos, e quando digo isso, acredite. Opções não faltam e o nosso problema se transformou em como escolher os destinos. Problema recorrente em várias cidades, ou seja, tirinho no escuro. 
Minha imagem "truncada" de Berlim foi se desfalecendo depois de ver que a eleita Melhor Club do Mundo (em votação no site Resident Advisor) era de lá, a Panorama Bar/Berghain.…

Trens na Espanha: viajando na Renfe

Imagem
Não há dúvida nenhuma em usar o serviço ferroviário nos deslocamentos entre cidades na Espanha. Os trens são rápidos, pontuais, práticos e confortáveis: são concorrência pesada para qualquer outra opção de transporte. Os preços também são tranquilos, compramos bilhetes para o mês de julho (verão) que custaram em média 50 euros por pessoa o trecho para viagens interestaduais. Para as viagens curtas, a média estava na casa dos 10 euros o trecho.
Para comprar passagens e fazer pesquisa de horários de trens, entre no site da Renfe, a companhia de trens espanhola. Assim como a maioria dos trens da Europa, ela é super bem estruturada e tem muitas opções de saídas e destinos. Achei que fosse encontrar trens mais lotados pela época em que se deu a viagem, mas curiosamente estavam bem tranquilos (diferentemente dos alemães). 
Como partimos do pressuposto de que nossas viagens, principalmente as grandes, são planejadas com tempo hábil, provavelmente sua pesquisa pelos trechos de trens serão pr…

Enviando cartões postais nas viagens

Imagem
Para todo lugar que a gente vai, seja grande, seja pequeno, seja dentro ou fora do país, sempre damos de cara com aqueles vários e inúmeros cartões postais com as melhores fotos do local. E são tão baratinhos, um punhado por um valor irrisório. De forma quase que automática, sem sombra de dúvidas, saímos garimpando os cartões postais, socamos na bolsa, depois na mala e posteriormente numa gaveta qualquer de casa. 
Vi muito minha mãe fazendo isso, depois eu mesma comecei, até que finalmente parei de comprar os cartõezinhos. Na verdade, não tinha encontrado um sentido bom o bastante para me fazer participar da tradição do cartão postal, a função real dele nunca tinha ficado clara para mim. Porquê ao invés de amontoar papel pelas gavetas, não comprar cartões e enviá-los a alguém, de fato?
Isso mudou na minha viagem para Espanha. Dentre outras coisas que aprendi com minha amiga Núbia, como pregar um selo sem cola e com a língua (na verdade aprendemos juntas com o vendedor), aprendi a usa…

O que calçar em viagens?

Imagem
Um das minhas maiores dúvidas quando estou na fase de preparação para uma viagem, com certeza, são os sapatos ideiais para levar numa boa todas as fases do roteiro sem passar maus bocados (ou alcançar o sofrimento mínimo).
É fato, andar pouco não é uma opção. Não é mistério para ninguém que caminhar pelas ruas e usar o transporte público são umas das melhores formas de conhecer a cidade, entrar no clima real da sua cultura e povo. Então é mais do que necessário a escolha dos sapatos certos para realizar tal tarefa.
Mas é aí que começa toda preocupação. O certo é descolar os melhores calçados que vão amenizar os efeitos das andanças (inchaço e bolhas nos pés), uma vez que, infelizmente, a dor e o mal estar não há como evitar. Isso acaba dando certa dor de cabeça porque não gosto da ideia de andar de "qualquer jeito" só porque sou turista e estou de férias, até porque vou tirar muitas algumas trilhões de fotos. 
Minha experiência diz que o melhor é não apostar fichas em sapat…